Receba notícias

    • Cadastre seu E-Mail:

      Ver últimos Feeds

 

Frase do dia

As palavras não devem ser esbanjadas, pois podem faltar quando for necessário que seu peso influa em alguma circunstância decisiva da vida.

(Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol))

 

Facebook

 

Contato Rápido





 

 

Estatísticas

07/08/2018

07/08/2018

07/08/2018

  • Morreu sentado no Banco da rodoviária.

    Luto - Trabalhador morre sentado no banco da rodoviária em Sertanópolis PR

     

    O Senhor Joaquim Soares,58 anos, mais conhecido como ” Canela” morreu ontem, segunda-feira (06/08) na rodoviária de Sertanópolis.

    Segundo informações, Canela teria sentado em um banco próximo ao bar do clementino, onde taxistas e comerciantes pesavam que o mesmo estaria dormindo.

    Uma pessoa chegou até o local e ao tentar acorda-lo percebeu que o mesmo estava em óbito. A ambulância do hospital foi acionada, onde os socorristas confirmaram a morte.

    O corpo do Sr. Joaquim está sendo velado na antiga pastoral da criança por conta da reforma da Casa Mortuária.

    Informaremos em breve o horário do sepultamento.

    Canela morreu sentado no Banco da Rodoviária.

    Sertranópolis news 

07/08/2018

  • 30 fadas.

    Crime bárbaro - Mulher matou trabalhador com aproximadamente 30 facadas em Mauá da Serra, na madrugada desta terça feira, 07 de agosto 2018.

     

    Uma mulher de 37 anos foi presa na noite de segunda-feira (06) após matar um homem a facadas em Mauá da Serra. A vítima de 37 anos foi golpeada várias vezes. A companheira do homem presenciou a cena e tentou pedir ajuda, em vão. 

    De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu em uma residência na Vila Santa Maria. No local, além da vítima havia outras três pessoas, sua companheira, a autora do homicídio e outro homem. 

    A suspeita a princípio negou o crime, mas logo após confessou ter golpeado a vítima. Ela estava com as roupas sujas de sangue e foi encontrada ao lado do corpo da vítima que estava caído em um quarto.

    A companheira do homem, chegou depois da PM e disse que tinha saído pedir socorro. Ela relatou que presenciou o crime e que a mulher desferiu várias facadas. 
    A terceira pessoa se apresentou como proprietário da residência e disse que estava dormindo quando o crime aconteceu.

    A polícia acabou prendendo a suspeita que foi encaminhada à delegacia para as devidas providências. Os demais envolvidos serão ouvidos. 

    Fonte: Tribuna news Apucarana.

07/08/2018

  • Doença do ciúme e tragédia.

    Casamento acaba em tragédia. Marido confessa ter assassinado mulher grávida em crise de ciúmes

    (Foto: Reprodução Facebook)

    O pintor Anderson da Silva, de 28 anos, confessou à polícia ter assassinado a mulher, Simone da Silva, de 25 anos. Ele foi preso na noite desta segunda-feira. O crime aconteceu na Rua Joaquim de Queiroz, no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, na frente do filho de 3 anos do casal. Simone estava grávida de dois meses e, de acordo com a polícia, o marido sabia disso.

    Aos investigadores, o pintor contou que está tomando um remédio de uso controlado o que acredita que possa ter causado uma alteração em seu comportamento. O casal teria discutido por causa de uma crise de ciúmes de Anderson — ele desconfiava não ser o pai do bebê que ela esperava. O pintor teria, então, asfixiado Simone. A polícia trata o crime como feminicídio.

    Fonte: Banda B

07/08/2018

  • Morte trágica.

    História de Amor acaba em tragédia - Mulher morre após cair do 3º andar de prédio em Brasília e marido é o principal suspeito Ela foi levada para o Hospital de Base, mas não resistiu

    Carla Graziele Rodrigues Zandoná, que morreu ao cair de apartamento (Foto: Reprodução/TV Globo)

    Carla Zandoná, uma Vida de agressões. 

    Jonas Zandoná, que foi preso por suspeita de arremessar a mulher (Foto: Reprodução/TV Globo)

    Jonas Zandoná, assassino

    Prédio onde ocorreu a queda em Brasília – Foto: Reprodução TV Globo

    A Polícia Civil do Distrito Federal investiga a morte de uma mulher de 37 anos após a queda do 3.º andar de um apartamento na Asa Sul, em Brasília. O caso está sendo investigado como feminicídio. O crime aconteceu na segunda-feira, 6, no bloco T da quadra 415. Segundo a corporação, o principal suspeito é o marido da vítima, de 44 anos.

    Por volta das 18h, os agentes foram acionados. Ao chegarem ao local, ouviram testemunhas e realizaram a perícia.

    De acordo com informações da Polícia Civil, o marido afirma que não se lembra do que aconteceu no apartamento e não sabe a origem dos arranhões em seu corpo. Ele também admitiu que é alcoólatra e que bebeu cachaça durante o dia.

    A vítima chegou a ser levada pelo Corpo de Bombeiros do DF ao Hospital de Base de Brasília, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

    O marido foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e depois à carceragem da Defensoria Pública.

[x] Fechar