Receba notícias

    • Cadastre seu E-Mail:

      Ver últimos Feeds

 

Frase do dia

A arte faz viver a humanidade e aniquila o artista.

(Carlos Drummond de Andrade)

 

Facebook

 

Contato Rápido





 

 

Estatísticas

12/09/2018

  • Drogas e sexo.

    Crime bárbaro. Pai assassino,mata filho de 6 meses com um tiro no peito após mulher recusar sexo Criança foi baleada no peito e chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento

    Bebê Michel, de 6 meses, que morreu com tiro no peito em Luziânia; pai foi preso suspeito do crime — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

    Bebê de 06 meses morreu com tiro no peito.

    Jeniffer Ribeiro da Silva e Maycon Salustiano Silva, pais de bebê morto com tiro no peito em Luziânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

    Pai bandido matou o filho de 06 meses. Jeniffer Ribeiro da Silva e Maycon Salustiano Silva, pais de bebê morto com tiro no peito em Luziânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

    Resultado de imagem para imagem luziânia goiás

    Luziânia Goiás, local do Crime bárbaro.

    Um homem matou o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira (12), por ter se irritado com a recusa da mulher para fazer sexo com ele. De acordo com informações divulgadas pelo Extra, Maycon Salustiano, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou o crime ocorrido em Luziânia, Goiás.

    A criança foi baleada no peito e chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

    À polícia, Maycon afirmou que tinha intenção de transar com a mulher, mas ela não quis. Ao ser contrariado, ele foi para outro cômodo e pegou uma garrucha calibre 22 e ameaçou atirar no bebê, que estava no berço no quarto do casal. De acordo com a delegada Caroline Matos, responsável pelo caso, Maycon perguntou se a mãe da criança duvidava de que ele seria capaz de disparar. Ela pediu para o marido manter a calma, mas não adiantou. Após dar seu depoimento, a mulher foi liberada.

12/09/2018

  • Corrupção, R$ 4 milhões de reais.

    Plantão de Polícia - Governadora pede punição para corruptos que desviaram mais de R$ 4 milhões de obra em Cornélio Procópio.

    Vergonha, corrupção o Povo não aguenta mais.

    Resultado de imagem para imagem gildo alves no rádio

    Coluna do Rádio. A opinião de Gildo Alves.

    A imagem pode conter: 1 pessoa

    Cida com o Povo para derrotar a Corrupção no Estado do Paraná.

    A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

    Escândalo localizado na Educação em Cornélio Procópio. Agora Governo está executando a obra em segunda etapa. Na primeira etapa o dinheiro sumiu.

    A imagem pode conter: céu, árvore, atividades ao ar livre e natureza

    Foram desviados mais de R$ 4 milhões de reais.

    Vamos derrotar a Corrupção.
    Cida, Governadora da Família Paranaense, firme e forte, para derrotar a Corrupção.

    Governadora pede punição rigorosa para os Corruptos que desviaram cerca de R$ 4 milhões de reais da construção Escola William Madi no Jardim Figueira em Cornélio Procópio.

12/09/2018

  • Beto Richa preso em Curitiba

    Plantão de Polícia - Ex-governador Beto Richa, o irmão Pepe e a esposa Fernanda são presos em Curitiba O ex-secretário da Casa Civil Deonilson Roldo também foi preso, assim como o irmão de Beto, Pepe Richa, que foi secretário de obras.

    O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, órgão do Ministério Público do Paraná, chegou muito cedo ao apartamento de Fernanda e Beto Richa. Tinha mandado de prisão, busca e apreensão no âmbito de uma investigação que apura fraudes no Patrulha do Campo, programa criado para manutenção de estradas rurais no interior do Estado. Os eventos investigados datam de 2012 a 2014.

    No mesmo momento, chegava ao endereço, homens da Polícia Federal, com mandados de busca e apreensão relacionados à 53ª fase da Lava Jato, a Operação Piloto, que investiga suspeitas de “suposto pagamento milionário, feito no ano de 2014, pelo Setor de Operações Estruturadas do grupo Odebrecht”.
    O mandado de prisão foi expedito pela Justiça Estadual.
    As duas operações não têm relação e segundo os procuradores do Ministério Público, a ação no mesmo dia, na mesma hora, foi “uma incrível coincidência“.

    (Foto: Google/Reprodução)

    Saiba o que aconteceu no apartamento de Beto Richa pela manhã.

    Além da prisão de Beto Richa, foram expedidos outros 14 mandados de prisão e 26 de busca e apreensão em Curitiba, Londrina, Santo Antônio do Sudoeste e Nova Prata do Iguaçu. Todos derivam de investigações do Patrulha no Campo, programa do governo estadual para conservação de estradas rurais.
    A lista completa de mandados de prisão que o Gaeco recebeu hoje pela manhã:

    Beto Richa – ex-governador;
    Fernanda Richa – ex-secretária da Família e Desenvolvimento Social;
    Deonilson Roldo – ex-chefe de gabinete de Richa;
    Pepe Richa – ex-secretário de Infraestrutura;
    Ezequias Moreira – ex-secretário de Cerimonial;
    Luiz Abib Antoun – empresário;
    Edson Casagrande – ex-secretário de Assuntos Estratégicos do Paraná e empresário da Terra Brasil. Não teve o mandado cumprido;
    Celso Frare – empresário da Ouro Verde;
    Aldair W. Petry;
    Dirceu Pupo – contador;
    Joel Malucelli – empresário da J. Malucelli e proprietário do grupo Band, da BandNews, da CBN e do Metro Jornal, em Curitiba. Não teve o mandado cumprido;
    Emerson Cavanhago;
    Robinson Cavanhago;
    Túlio Bandeira – procurador de Edson Casagrande;
    André Felipe Bandeira – procurador de Edson Casagrande. Não teve o mandado cumprido.

    O processo ainda segue em sigilo, o que não permite saber o papel e as acusações de cada um dos envolvidos. A decisão dos mandados de prisão, que têm validade de cinco dias, foi justificada como medida para “preservar os interesses das investigações”.
    Os crimes apontados são fraude à licitação, corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução à Justiça.

    A lista completa da operação que prendeu Richa

    Carro em que está Beto Richa chegou ao Gaeco. | Aniele Nascimento/
Gazeta do Povo

    Carro em que estava Beto Richa, na chegada ao Gaeco.

    Policiais na chegada do Gaeco, em Curitiba, com provas coletadas. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

    Momento da prisão de Beto Richa no Paraná. Fonte Gazeta do Povo

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/09/11/Capa/Imagens/Cortadas/WhatsApp Image 2018-09-11 at 08.18.33-k0EB-ID000002-1024x768@GP-Web.jpg

    Movimento em frente a residência do ex Governador

    Fonte: Ban da B

    Ex Governador Beto Richa 

    O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso nesta terça-feira (11), em Curitiba. Ele é candidato ao Senado. A esposa de Beto Richa, Fernanda Richa, também foi presa. O ex-secretário da Casa Civil Deonilson Roldo também foi preso, assim como o irmão de Beto, Pepe Richa, que foi secretário de obras.

    Fontes informaram a Banda B que as prisões foram feitas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Paraná. Ao mesmo tempo, foi deflagrada pela Polícia Federal a 53ª fase da Lava Jato,. Policiais cumprem mandados de busca e apreensão no Palácio Iguaçu e na casa de Beto Richa, no bairro Mossunguê, em Curitiba. As mesmas fontes informaram que são operações distintas. As prisões da família Richa teriam ligações com denúncias de desvios em licitações.

    Operação Piloto

    Já esta nova fase da Lava Jato, chamada de Operação Piloto, foi deflagrada nos estados da Bahia, São Paulo e Paraná para investigar contratos da Odebrecht. Aproximadamente 180 Policiais Federais cumprem 36 ordens judicias nas cidades de Salvador, São Paulo, Lupianópolis (PR), Colombo (RMC) e Curitiba.

    O objetivo da investigação é a apuração de suposto pagamento milionário de vantagem indevida no ano de 2014, pelo Setor de Operações Estruturadas do GRUPO ODEBRECHT, em favor de agentes públicos e privados no Estado Paraná, em contrapartida ao possível direcionamento do processo licitatório para investimento na duplicação, manutenção e operação da rodovia estadual PR-323 na modalidade parceria público-privada.

    As condutas investigadas podem configurar, em tese, os delitos de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

    O nome dado à operação policial remete a codinome atribuído pelo GRPO ODEBRECHT em seus controles de repasses de pagamentos indevidos a investigado nesta operação policial.

    Os presos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba/PR onde permanecerão à disposição da Justiça.

    Será concedida entrevista coletiva às 10h no auditório da sede da Polícia Federal em Curitiba/PR.

12/09/2018

  • Bolsonaro, nova Cirurgia do intestino.

    Saúde. Candidato a Presidente passa pela segunda Cirurgia em São Paulo.

    Fonte: CBN

    Bolsonaro foi atacado na quinta-feira. Foto: Reprodução (Crédito: )

    Bolsonaro passa pela segunda operação em São Paulo.

    Procedimento ocorreu no final da noite de ontem e durou cerca de 1 hora. Em áudio obtido pela CBN, médico afirmou que cirurgia foi um sucesso. Candidato do PSL foi levado para o mesmo leito onde estava antes.

    Bolsonaro internado após ataque

    Capitão Bolsonaro Operado e passa bem.

[x] Fechar