Receba notícias

    • Cadastre seu E-Mail:

      Ver últimos Feeds

 

Frase do dia

É difícil viver com as pessoas porque calar é muito difícil.

(Nietzsche)


Publicidades

 

Contato Rápido





 

 

Estatísticas

Postado dia 10/06/2018 às 00:18:23

  • Racha e morte.

    Plantão Os Cobras da Notícia - Racha pode ter causado acidente que matou ciclista nesta manhã em Arapongas



Redação Blog do Gildo Alves

 

Tarobá Londrina.

Foto: Sergio Rodrigo

Um racha entre um carro e uma moto é uma das hipóteses para explicar o acidente que causou a morte de um ciclista de 25 anos na manhã deste sábado (9), na Rua Rouxinol, na zona sul de Arapongas.

Segundo o sargento Luciano Vidal, do Corpo de Bombeiros, pessoas que testemunharam o acidente afirmaram que o VW Golf participava de um racha com uma motocicleta. 

"Não podemos afirmar com certeza ainda, mas são as informações que nos passaram. O motorista teria perdido o controle do veículo, bateu com a moto, posteriormente colidiu com o poste vindo a atingir o ciclista que trafegava pela ciclovia e ficou prensado entre o carro e o segundo poste", relatou o sargento.

Outras pessoas que moram na região onde o acidente aconteceu informaram que há boatos de que havia mais de uma moto no racha. Contudo, a Polícia Civil deve instaurar um inquérito para investigar a causa do acidente e apurar a veracidade das informações repassadas pelas testemunhas.

Por volta das 10 horas, um motociclista envolvido no acidente procurou o Honpar, pois está ferido. Ele deve ser ouvido para relatar sua versão do acidente.

Alta velocidade e suspeita de embriaguez
A vítima trafegava pela ciclovia, a caminho do trabalho, quando foi atingida por um VW Golf, com placas de Arapongas, que segundo a Polícia Militar trafegava em alta velocidade. O carro derrubou um poste, e na sequência, atingiu o ciclista que ficou prensado entre o veículo e o outro poste. 

O motorista e um passageiro que estava na frente foram encaminhados ao Hospital Santa Casa com ferimentos leves e o terceiro foi levado ao Hospital Norte do Paraná. 

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), os ocupantes estavam com sinais de embriaguez, contudo, somente o teste de etilômetro pode confirmar se eles consumiram bebida alcoólica. 

O corpo de Diego Henrique Oliveira da Silva foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML), de Apucarana. 

(Fonte: TNonline)



Compartilhe esta matéria!