Receba notícias

    • Cadastre seu E-Mail:

      Ver últimos Feeds

 

Frase do dia

Para viver intensamente é necessário conviver com os riscos.

(Roberto Shinyashiki)


Publicidades

 

Contato Rápido





 

 

Estatísticas

Postado dia 16/09/2018 às 13:28:59

  • Absolvidos.

    Julgamento na Câmara de Vereadores - Com um vereador ausente e três abstenções câmara absolve Mário e Rony



Redação Blog do Gildo Alves

 

 


A câmara de Vereadores de Londrina absolveu por 12 votos a 3 os vereadores Mário Takahashi (PV) e Rony Alves (PTB), da acusação da quebra de decoro. Os dois são réus na operação ZR3, que investiga suposto esquema criminoso para a aprovação de mudança de zoneamentos em Londrina e estão afastados por determinação da justiça.

A sessão de julgamento, que começou as 9:30 da manhã deste domingo (16), terminou as 13 horas, sob vaias e xingamentos de movimentos populares que estavam nas galerias e que pediam a cassação dos vereadores.

Eram necessários 13 votos favoráveis para cassar, mas foram computados 12, com apenas 3 votos contrários. O que chamou a atenção é que foram 3 abstenções, dos vereadores, Péricles Deliberador (PSC), Jairo Tamura (PR) e do suplente de vereador Emanoel Gomes (PRB), chamado para votar no lugar de Filipe Barros, que foi impedido por ter sido o autor do pedido de abertura da comissão processante. Além disso teve uma ausência, o vereador Felipe Prochet (PSD) justificou dizendo que estava em São Paulo, resolvendo problemas pessoais. Os vereadores que votaram contra foram, Jamil Janene (PP), pastor Gerson Araújo (PSDB) e Guilherme Belinati (PP).

Apesar de terem sido absolvidos pelos colegas, os vereadores permanecem afastados de suas funções na câmara em razão de uma ordem judicial. Mário e Rony ainda tem que enfrentar o processo que respondem na justiça.

Fonte: Tarobá Londrina.



Compartilhe esta matéria!