Receba notícias

    • Cadastre seu E-Mail:

      Ver últimos Feeds

 

Frase do dia

O esquecimento de si mesmo equivale a uma escura masmorra psicológica, onde involuntariamente cada um encarcera seu próprio espírito.

(Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol))


Publicidades

 

Contato Rápido





 

 

Estatísticas

Postado dia 21/05/2020 às 23:59:55

  • Morte de Mãe e Filho.

    Plantão Os Cobras da Notícia - Vírus da Morte, mata Mãe e Filho em São Paulo.



Redação Blog do Gildo Alves

 

Em 15 dias, Vírus da Morte,mata Mãe e irmã.

A técnica de enfermagem Maria Carolina da Silva Novaes, de 39 anos, perdeu a mãe e o irmão para o novo coronavírus. A dona de casa Alzira da Silva Novaes, de 59 anos, veio a óbito 15 dias após o filho, o vigilante Luiz Fagner Dias Novaes, de 39 anos, também falecer em decorrência da doença. Maria também havia sido contaminada pela Covid-19, mas se recuperou e está em casa. 

Após o pai ter um AVC no fim de março, a mãe e os dois filhos se revezavam para que o familiar, internado em um hospital de Cubatão-SP, não ficasse sozinho. Nessa ocasião,  Alzira e os dois filhos começaram a ter sintomas da Covid-19. No início de abril, os três precisaram internados. A filha Maria foi a única que, apesar de apresentar sintomas brandos, não foi para a UTI e teve alta depois de alguns dias.

Luiz Fagner não resistiu e veio a óbito no dia 12 de abril, após ser transferido para a UTI. Alzira foi internada em um hospital de Santos. Ela chegou a ficar consciente por dois dias após ser desentubada, mas o quadro de saúde piorou e ela também veio a óbito na tarde desta segunda-feira (27).

Maria conta que o pai estava em Cubatão-SP porque, como ela trabalhou muitos anos em uma unidade hospitalar da região, procurou por atendimento na cidade. Segunda a filha, Alzira tinha problemas renais e cardíacos. Já o irmão não apresentava comorbidades e realizava práticas esportivas.



Compartilhe esta matéria!