Receba notícias

    • Cadastre seu E-Mail:

      Ver últimos Feeds

 

Frase do dia

Se a história se repete, e o inesperado sempre acontece, quão incapaz precisa o homem ser de aprender com a experiência?

(George Bernard Shaw)


Publicidades

 

Contato Rápido





 

 

Estatísticas

Postado dia 21/07/2021 às 23:59:59

  • Morte de criança

    Plantão Os Cobras da Notícia. Comoção. Criança de 1 ano e 6 meses, morre atropelada em Londrina. Motorista fugiu.



Redação Blog do Gildo Alves

 

Plantão Os Cobras da Notícia. Comoção. Criança de 1 ano e 6 meses, morre atropelada em Londrina. Motorista fugiu.

Londrina - PR | CRIANÇA É MORTA AO SER ATROPELADA EM LONDRINA, MOTORISTA ESTÁ DESAPARECIDO
Rodinaldo, de um ano e sete meses, morreu, no último sábado (17), ao ser vítima de um atropelamento no Jardim Vila Rica, zona oeste de Londrina, no norte do Paraná. O motorista chegou a encaminhar a vítima até o hospital, depois de insistência da família, mas a criança não resistiu aos ferimentos. Em seguida, o condutor fugiu. Nesta terça-feira (20), os pais foram até a Delegacia de Trânsito para prestar depoimento.
Em entrevista, Fernanda Andrade - mãe de Rodinaldo - relatou que tinha levado o filho até a casa da avó. No início da noite, foi buscar o menino. Eles estavam na calçada quando o carro surgiu em alta velocidade e na contramão, assim como conta Fernanda.
“Na hora que meu filho estava indo até mim, pela calçada mesmo, veio o [motorista] pela contramão e matou o meu nenenzinho na calçada, perto de mim, na minha frente. A batida foi tão forte no meu nenenzinho que ele tirou raspa de mim pela contramão, que deram duas convulsões no meu nenê […]. Ele estourou o crânio do meu filho”, detalhou Fernanda emocionada.
Em seguida, a mulher contou que teve que insistir para que o condutor levasse a criança até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabará. Ao chegar no local, o motorista fugiu. A família disse conhecer o homem. “Quero justiça, quero que ele pague pelo que ele fez, porque ele sabe o que ele fez. Ele tirou o nosso nenenzinho. Nosso nenenzinho tinha só um ano e sete meses de vida […] ele tem que pagar pelo que ele fez, não adianta correr, se esconder, fugir […]”, suplica o pai de Rodinaldo, Matheus Andrade.
O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Rodinaldo sofreu politraumatismo pelo corpo todo, acentuado no crânio. A gravidade dos ferimentos, para o IML, mostra que o impacto foi forte e violento.
A Polícia Civil abriu um inquérito para escutar mais testemunhas. O delegado responsável pelo caso disse acreditar que, entre os próximos dias, o autor do crime se apresente.
Fonte: Londrina News e Ricmais.


Compartilhe esta matéria!